_______________________________________________________

sexta-feira, 10 de março de 2017

NÍVEIS de CONSCIÊNCIA


















O egoísmo mata a alma, mas cuidado para o teu altruísmo 
não matar as almas dos outros.”  (Sri Aurobindo)



















NÍVEIS da CONSCIÊNCIA
(DEEPAK CHOPRA)









“É através da ‘Senda do Autoconhecimento’ que o homem inicia a sua caminhada de vida de forma mais consciente, oportunizando para si próprio a possibilidade de descobrir o quanto misterioso ele é, assim como a sua própria vida. Este homem descobrirá que a sua natureza holística é constituída por vários estratos de consciências, que possuem características próprias e podem receber inúmeras regências afins, de acordo com os propósitos das experiências que ele necessite vivenciar na Terra. A evolução e o desenvolvimento destas consciências estão associados ao próprio processo de maturação experiencial do Reino Humano de forma coletiva e inseparável, mas que se manifesta dentro das experiências pessoais de cada integrante desta Raça planetária. Sem exceção, cada ser humano presente na órbita deste planeta tem algum propósito existencial, porém, a maioria destes seres é bastante inconsciente tanto dos seus propósitos pessoais, quanto dos propósitos da raça humana como um todo para a evolução do Cosmos. Em verdade, somente quando um ser consegue uma certa maturidade no nível de sua alma, é que ele começa a se interessar pela ‘Senda do Autoconhecimento’ que finda lhe encaminhando e conectando também para um conhecimento mais amplo da experiência coletiva interligada a que todos nós estamos vivenciando na Terra.” (Do livro “COMANDO ESTRELINHA, Temas Transcendentais”, pág 72 a 74, Horácio Netho, Ed. Alfabeto, 2012)












“A consciência da vida maior intenciona revelar o sentido da unidade existencial das realidades acessíveis. Há um momento para isto. Quando a oitava dimensão se faz presente e sensível à consciência humana, o ser compreende e incorpora esta realidade. O homem comum dá lugar ao homem espiritual. Neste ínterim, pode-se viver na vida comum, mas o enfoque está a serviço da vida divina [...] Há um momento de expansão da consciência humana em que o eu inferior é decomposto, desestruturado, observado, compreendido e transcendido. A partir daí, o homem conhece um novo EU e continua a conduzir o seu eu inferior sob uma outra perspectiva. O eu antigo sucumbe para o surgimento deste novo EU [...] O ser elevado não lida exclusivamente com o mundo das formas, não polariza sua consciência aí. Ele percebe a vida por trás dos arquétipos e lida com a intenção das realidades. É um iniciado com os átomos em comunhão com os reinos da criação [...] O amor sabedoria é o portal para Kether, a última sephira a ser alcançada pela consciência humana no seu percurso pela árvore da vida, nos ensinamentos cabalísticos. Este setor do Cosmos, no qual a Terra se encontra, é regido pelo raio amarelo do amor sabedoria. A incorporação consciente da sabedoria do amor é, portanto, o estágio mister a ser conquistado para o ser humano se autorrealizar e tornar-se totalmente liberto [...] Na elaboração do desejo, a consciência se desloca do presente. A criação consciente ou inconsciente deste momentum gera profundos movimentos nas dimensões superpostas e agrega valores densos para a realização da obra. Gera carma inferior [...] Muitos seres humanos falam sobre o ego a partir da sua própria consciência e percepção egóica. Nunca vivenciaram a sua natureza superior por meio da meditação. Desta forma, não conseguem discriminar nitidamente a sua essência, pois relatam a partir das experiências, informações e definições dos outros. Em verdade, são ignorantes que especulam sem conhecimento de causa, ficando na propria superficialidade inerente do ego, em retroalimentação da ilusão de suas mentes [...] Neste exato momento, podemos não acessar as nossas expressões em outras dimensões superiores. Ao afinarmos a nossa vibração consciencial, podemos nos conectar a estas realidades. Enfim, véus caem e nos descobrimos em outros mundos [...] A consciência de ser humano encontra-se neste reino em estado transitório. Não deve permanecer eternamente confirmando as realidades para este reino, mas sim aspirar a transcendência para a vida divina, casa do espírito e das realidades cósmicas [...] A partir da sua dimensão de linguagem, as palavras tentarão expor uma apresentação, uma imagem ou uma ideia sobre as realidades divinas. Mesmo usufruindo das combinações mais harmônicas e perfeitas entre as palavras, em qualquer idioma, o plano divino ainda será distorcido. A consciência humana só compreenderá a divindade por via direta e esta via é acessada por meio do silêncio, da concentração, da pureza, do estado meditativo e contemplativo.”  (Do livro “VIA TERRA, caminhos da luz”, Horácio Netho)










video
MÔNADA e os SETE NÍVEIS de CONSCIÊNCIA
(TRIGUEIRINHO)








“Um ser disciplinado tende a seguir sempre a voz da sua consciência desperta mais elevada, reconhecendo-a e não fortalecendo a relação com os chamados de suas outras consciências mais inferiores (físico, emocional e mental concreta). A obediência à consciência individual mais elevada é uma prática imprescindível que realinha o ser humano no caminho da sua evolução [...] Cada nível de consciência humana segue um ciclo (biorritmo) com fases de potencialização ascendente e descendente segundo a sua natureza: físico (23 dias), emocional (28 dias), mental (33 dias), intuitivo (38 dias), corpo de luz (43 dias), monádico (48 dias) e avatárico (53 dias) [...] A alma traz a atividade do serviço altruísta como a sua principal característica inerente. Vivencia a experiência em si com o foco no outro. Flui através da voz interna (intuição) e experimenta o processo místico da iluminação. Ainda sendo uma consciência eminentemente terrestre, ini­cia o contato consciente com seres cósmicos e adere o serviço planetário, mesmo sem um discernimento superior e potencial para repudiar o que atrasa a Terra para a evolução cósmica [...] Uma consciência inferior não tem capacidade de compreender uma superior. Alguns termos de natureza cósmica só se fazem ver­dadeiros e compreendidos através da experiência direta, quando a consciência divina do ser humano desperta. Paz, plenitude, destemor, imortalidade, impessoalidade, onipresença, unidade integrada a Deus e abundância são experiências somente acessadas pela consciência di­vina do ser humano.”  (Do livro “VIA CORAÇÃO, caminhos da transformação”, págs 139, 144 e 145, Horácio Netho,Ed. Alfabeto, 2011)








“A experiência do vazio é intransferível e inexplicável. É realizada pela consciência apta atraída pela Fonte das manifestações criadas, a fim de se desvelar. Um vislumbre [...] Como um ser consciente, a Terra está sendo iniciada dentro do Cosmos e encontra-se, atualmente, em pleno processo de ascensão energética. Desta forma, várias expansões e sínteses estão acontecendo. A consciência grupal dos seres humanos está imersa neste movimento e segue inexoravelmente neste sentido [...] Não é o simples transitar pelas consciências dimensionais da existência, mas compreender o que cada uma requer de nós [...] Há sempre um bom lugar para quem é verdadeiramente bom. Há sempre lugares elevados para os que se elevam. Assim, a atração das consciências se ajusta energeticamente [...] O vazio permeia o todo. Acompanha cada movimento cósmico. Abastece e serve de guarida e refúgio àqueles que encontraram o seu conforto. Sustenta a existência e a não existência. Protege a consciência das ilusões e dissolve qualquer realidade transitória que queira se impor [...] Não aguarde fórmulas mágicas e secretas para unir-se à consciência do seu Deus. A simplicidade e a pureza de intenções, naturalmente, abrem misteriosamente o caminho para esta conexão [...] Sem quietude, sem concentração, sem autocontrole e sem consciência não se pode manifestar o verdadeiro ato de servir. Fora deste estado, perde-se a conexão com a nobreza do serviço à vida. Um ato falho [...] Em determinados momentos e ocasiões da experiência humana, na Terra, a sua consciência induz a um estado de acomodação confortável. São estados de pequenas e efêmeras realizações. Outras maiores sempre se apresentam mais a frente [...] O que a realidade de consenso humana atual considera por DEUS é a salvação evolutiva necessária para um determinado nível de realidade. Para um outro, esta mesma percepção é uma limitação da consciência que precisa ser transcendida e elevada [...] Os insights mais profundos e transformadores que um místico acessa ocorrem em estados de distanciamento da sua consciência, em relação ao movimento humano comum. Neste intento, alguns místicos recorrem a retiros, ao silêncio e a práticas purificadoras como o celibato e o jejum. Todas estas práticas se fazem necessárias em determinadas etapas da evolução da consciência humana. Porém, os métodos tradicionais e milenares de tais práticas estão se renovando, passando por atualizações a fim de se adequarem às novas condições que estão se estabelecendo na evolução da atual raça humana da Terra.” (Do livro “VIA TERRA, caminhos da luz”, Horácio Netho)

  












Os Ativadores de Consciência – Chaves Numéricas: São chaves vibratórias que ativam a consciência, pois a chave do novo tempo vem marcada pelo número 3333, o qual é um código matemático, símbolo de que tudo no plano cósmico está planificado. E deste mesmo código se desprende o significado da chave 33, que significa que se estabeleceu uma aliança universal galáctica que mantém a ‘Confederação de Mundos’ com todas as galáxias deste grupo local e com Merla (planeta de categoria UR chamado Terra) para ajudá-la no seu trânsito dimensional evolutivo. O número 33 representa a ma­turidade do homem espiritual em um compromisso responsável e voluntário pela salvação da humanidade, através da entrega total no serviço desinteressado e consciente. O número 33 é a chave numérica do selo da Estrela de seis pontas, dos triângulos que se cruzam e que simboliza a busca por conseguir o equilíbrio entre o espiritual e o material, mediante uma atitude mental positiva e construtiva; é o intentar sintetizar o espiritual no material harmonizando. Simboliza, também, a ascensão mediante o despertar. Que são os ativadores? Os ativadores são chaves simbólicas e numéricas que foram dispostas para atuar no mo­mento adequado da maturidade, recordando-lhes o compromisso assumido previamente nas esferas espirituais. É como um despertador que lhes deve ajudar a abrir os olhos a tempo de que possam fazer o que devem fazer. Lhes avisa que o momento chegou, para que levantem do longo sono e assumam o papel que lhes corresponde na construção da ponte de luz até as estrelas. Quem controla os ativadores? Vocês mesmos acionam os mecanismos que os disparam e os fazem repetir-se até se cons­cientizarem do seu significado. Cada um há programado antes de nascer seus próprios ativadores. Estes estão relacionados com a missão de cada um. E bem sabem que há mis­são para todos: a primeira é realizar-se como pessoa; a segunda é descobrir a partir do autoconhecimento, a parte de cada um na grande missão. A grande missão é aquela que envolve a muitos e que os compromete com o planeta e a evolução geral. Esta possui seus próprios ativadores, os quais começam a atuar uma vez que cada um avança em sua busca e se dispõe ao serviço. Por que a maioria das pessoas não se dão conta da existência dos ativadores? Muitas pessoas ainda não estão na idade evolutiva de contar com seu próprio ativador, vão requerer várias encarnações para isto. É como em vossa vida, as crianças pequenas não costumam usar relógios despertadores pela manhã. Também nem todos reagem frente ao chamado dos despertadores. Toca o relógio pela manhã e há quem o desliga e segue dormindo. Se dá o caso de quem se acorda e volta a cair dormindo aos pés da cama. Tem os respon­sáveis que ao tocar o despertador se levantam imediatamente, enquanto que há outros que despertam antes que chegue a tocar, porque o despertador é só uma segurança, para não se deixar de responder responsavelmente. Cada número chave tem um valor secreto a que vocês poderão aceder se combinam a intuição, a imaginação e a inteligência. Dei­xem que através de suas meditações se lhes revele o profundo significado destas chaves ativadoras.” (Extraído em: http://deusasolar.blogspot.com/2010/08/os-ativadores-de-consciencia-chaves.html)





(Extraído do livro “Glossário Esotérico”, Trigueirinho, Ed. Pensamento,1994)




“O homem mental não compreende as coisas espirituais, nem as pode compreender, porque lhes parecem estultícia; pois elas devem ser compreendidas espiritualmente. O ho­mem espiritual compreende todas as coisas.”  (Paulo de Tarso)

  







“O ego só tem interesse pelas experiências externas da vida. Vive exclusivamente focado nelas e valida a sua realização pessoal plenamente nas sensações superficiais que caracterizam a sua ilusão transitória. A alma desperta para a vida interna, ensina e sensibiliza a consciência humana para as experiências internas da vida, através da atividade da energia cerebral feminina da mente direita. Valoriza as artes, o altruísmo, aspira o transcendente e se aprofunda nas suas experiências sutis e abstratas. Ilumina-se e reconhece os limites da ilusão da vida externa da Terra. Por sua vez, o espírito unifica as experiências externas e internas complementares no jogo simbólico da vida. Nada mais se encontra em separado para a sua visão. Sua energia cósmica e sutil lida com essências imateriais que se podem conectar à Terra, mas que são emitidas de além da sua órbita. O espírito não terrestre e não humano pode se manifestar, voluntariamente, neste reino para abrilhantar e encantar mais a vida neste planeta com os seus profundos mistérios inerentes da sua mágica supranatureza.”   (Horácio Netho) 
















"É na sua consciência que você chega num outro planeta, não é de avião nem por outros meios técnicos. Você vai chegar na consciência de um outro planeta é com a sua consciência. Você vai saber o que realmente é a vida em certos níveis da Terra é com a sua consciência... Isso só vem quando a sua consciência se interessar por isso."  (Trigueirinho)




O Despertar da Consciência-Luz
O Eterno Trabalho c\ a Consciência
Meios de Amadurecimento da Consciência
(http://www.irdin.org.br/acervo/detalhes/5906)


Um comentário:

  1. Horácio,
    Mais uma vez parabéns pelo conteúdo.Cada vez que leio aprendo mais.
    ATMA NAMASTÊ /^\
    FRANKLIN

    ResponderExcluir