_______________________________________________________

segunda-feira, 15 de maio de 2017

CONTATO c\ A FONTE: "A ORAÇÃO"










“A oração aumenta a luz da Estrela.” 
   (Gustav Jung)










“Três tipos de atividade alcançam Deus e obtém Sua Graça: (1) aquelas não instigadas por desejo pessoal, (2) as provenientes de amor desinteressado e (3) a oração proveniente de corações puros. Elas atingem diretamente o Senhor e Ele lhes dá atenção. O resto é preocupação para as várias divindades que governam essas outras atividades. Portanto, as orações devem ser altruístas, saturadas de amor e livres da mácula do apego à dádiva que a oração traria. Meras palavras não são suficientes quando você reza. Você deve oferecer seu coração a Deus em oração. Grandes almas oferecem seus corações a Deus em oração. Quando em dificuldade, ore por orientação antes de tomar uma decisão. Os homens podem lhe dar conselhos apenas até onde suas inteligências podem alcançar, mas o Senhor, que ilumina o intelecto, lhe revelará a solução da dificuldade. Tenha paciência e espere com devoção. A oração pode produzir o impossível. Cante a glória do Senhor e repita Seu Nome. Isto trará o êxito. Nossa devoção e oração a Deus não deveriam ser com a única finalidade de obter algo, ou de realizar algum desejo nosso. Elas deveriam ser para receber a bem-aventurança de estar perto do Senhor e se tornar uno com Ele. Não peça isso ou aquilo a Ele, em retribuição às orações que você oferece ou aos sacrifícios que você faz. Não calcule os retornos ou planeje as consequências. Muitos oram a Deus no mundo inteiro. Eles oram pela realização de desejos mundanos de diferentes tipos. Esta não é a forma certa de oração. Você deveria rezar a Deus pela Sua graça e pelo Seu amor. Este amor é eterno. Deus é o Ser, a Consciência e a Bem-aventurança. Então, reze a Ele para lhe conceder essa bem-aventurança. A bem-aventurança de Deus é eterna, enquanto os prazeres mundanos são efêmeros. Somente aquele que reza pelo amor e pela bem-aventurança de Deus é um verdadeiro devoto.”       (Sathya Sai Baba) 










“O que Deus queira, como Deus queira e quando Deus queira.”   (Oração Carmelita)













PROTEÇÃO e ORAÇÃO
(TRIGUEIRINHO)




“Nenhum ser humano terreno alcança ní­veis superiores de consciência sobre a sua pró­pria existência, sem percorrer antes o caminho de um conversa mais íntima com aquele que o pro­jetou aqui neste planeta. Neste ínterim, encontra-se esta prática a qual denominamos de oração. Orar designa o uso da fala para se comu­nicar, porém esta significação é limitada e inade­quada para expressar aquilo o que realmente sustenta o propósito da oração como prática evolutiva. A voz ou a fala é apenas uma das vias de contato da consciência humana com as diversas naturezas existen­ciais que sustentam o holismo da vida. Porém, é uma das principais e, consideravelmente, a primeira que muitos seres humanos terrenos encontram para buscar um auxílio dos céus. Através do uso da palavra, naquilo que chamamos de oração, reza ou prece, um ser humano pode concentrar e enviar toda a sua energia in­tencional de se comunicar com os planos superiores. Esta prática, apesar de ser usual e comum dentro da coletividade desta atual raça humana, principalmente nos caminhos religiosos, tem sido mal utilizada e des­viada para fins puramente egoístas daqueles que a praticam. Uma ora­ção verdadeira e sincera brota isenta de desejos, emanando uma energia inerentemente pura da alma humana, e não dos egos contaminados que buscam por resultados e geram expectativas a partir de suas práticas. Uma oração ou uma prece traz para a dimensão da fala do ser humano um poder de criação e retorno que, quando bem direcionado, promove respostas inusitadas para a experiência existencial de quem a pratica. A fala é uma das principais fontes criativas que mobilizam as energias dispostas, cosmicamente, para a evolução desta atual raça hu­mana neste planeta. Através da fala, um ser humano pode encaminhar realidades, harmonizar ambientes, promover curas, ordenar o caos e acessar dimensões supramentais.”   (Do livro “VIA CORAÇÃO, caminhos da transformação”, págs 229 e 230, Horácio Netho, Ed. Alfabeto, 2011 
                                                                                
                                                   








(Extraído do livro “Glossário Esotérico”, pág.330, Trigueirinho, Ed. Pensamento,1994)














"Orar não é pedir. Orar é a respiração da alma. Como o corpo que se lava não fica sujo, sem oração se torna impuro"   (Gandhi)
















APROFUNDANDO a ORAÇÃO do PAI NOSSO
(TRIGUEIRINHO)



“Orar significa nós nos voltarmos para o alto, para dentro de nós então. Como vai acontecer isso... vai depender de nós, vai depender do momento em que estamos, do local onde estamos, vai depender do estado dos nossos corpos, da nossa personalidade... Então, é uma conjuntura, vai depender dos planetas que estão em cima. Então, não existe uma maneira fixa de orar [...] Agora, orar é algo tão vital quanto respirar. E se nós estivéssemos realmente despertos para este relacionamento com a Fonte, este relacionamento com o infinito, nós íamos estar orando enquanto respiramos [...] A oração é o caminho de união com leis universais para que uma nova vida possa surgir sobre a Terra.”   (Frei Artur – Centro Intraterreno de Mirna Jad)















A RELAÇÃO entre ORAÇÃO e MEDITAÇÃO
(TRIGUEIRINHO)



“É preciso não esquecer nada: nem a torneira aberta, nem o fogo aceso, nem o sorriso para os infelizes, nem a oração de cada instante.”   (Cecília Meireles)









Nenhum comentário:

Postar um comentário