_______________________________________________________

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

AS MAGIAS do AMOR






“Dai-me um povo que acredita no amor e vereis a felicidade sobre a Terra.”     (Gandhi)












“Atualmente, a experiência e a sabedoria dos grandes sábios, que revelaram o mistério do Cosmos e seus sentimentos de amor universal não são apreciados, aceitos e respeitados. Todos os dogmas religiosos, com algumas poucas exceções, podem ser facilmente harmonizados e reconciliados. Em cada época, para cada raça, Deus enviou profetas para estabelecer paz e boa vontade. Há uma necessidade urgente de harmonia.”  (Sathya Sai Baba) 






“Os esquimós têm 52 palavras para designar a neve porque ela é muito importante para eles. Deveria haver outras tantas para o amor.”   (Margaret Atwood)










“Observando o comportamento geral da humanidade, detectamos aqueles que sentem dificuldades em reconhecer as magias do amor, mas também conseguimos destacar aqueles seres que vivem ou viveram uma vida superior com sabedoria, onde o amor em um nível elevado se faz presente. Mestres como Jesus, Yogananda, Sathya Sai Baba, Gautama e tantos outros nos deixaram exemplos de uma vida verdadeiramente amorosa. Porém, os poucos exemplos de seres majestosos como estes que tivemos, nos deixaram não somente as suas mensagens e testemunhos do amor, mas também um vasto acervo dos mistérios que os acompanhavam em suas jornadas pela Terra. Como um planeta situado em um quadrante cósmico regido pela energia predominante do segundo raio de Amor Sabedoria, inerente a todas as manifestações ou eventos que por aqui acontecem, o amor é a energia mister que conduz todas estas nossas experiências. Desta forma, desde o simples cantar de um pássaro, passando pela descoberta ou um invento que revolucione as nossas vidas, ou o reconhecimento da necessidade das chuvas e tempestades, por exemplo, e até mesmo os milagres misteriosos que nos são oferecidos pelos grandes mestres, tudo isto pode ser considerado como ‘produtos’ do segundo raio de Amor Sabedoria que rege as nossas experiências por este nosso lar planetário [...] Quando estamos realmente diante de um Grande Sábio e ‘Mago do Amor’ para a Terra, estamos também diante de algumas características materializadas ali naquele ser. Reconhecendo estas características em um outro ser, um aspirante ou iniciado espiritual pode em muito se beneficiar em sua caminhada evolutiva acolhendo a luz irradiada por este ser, se pré-dispondo às orientações e aos exemplos de vida manifestados por ele.” (Do livro “COMANDO ESTRELINHA, Temas Transcendentais”, págs 115 e 117, Horácio Netho, Ed. Alfabeto, 2012)
  







CARACTERÍSTICAS de um ‘MAGO SUPERIOR’

- Mente Cósmica desperta;
- Manifesta Virtudes e Disciplinas elevadas
    (Compaixão, Simplicidade, Desapego, Altruísmo, etc.);
- Vive em Unidade Harmônica c\ os Reinos paralelos;
- Manifesta Conhecimento, Sabedoria e Abundância;
- Autoconsciência Imortal e Atemporal;
- Mestre em Amor Sabedoria p\ a Terra;
- Vida entregue ao ‘Senhor’;
- Irradia a sua conexão cósmica p\ a Terra;
- Vive a Consciência Coletiva da Hierarquia;
- Autorrealizado p\ o DNA, liberto de ‘Samsara’.










“Magia tem uma conotação de energia de sétimo raio, de energia positiva, evolutiva, Hierárquica de sétimo raio aqui no planeta. É a ciência que permite a nossa comunicação com o sobrenatural [...] Existe um raio cósmico representado neste planeta por Saint. Germain, que hoje é ANTUAK, que é um raio que inclui a magia. Só que a magia é uma ciência sagrada e nós só conhecemos essa magia inferior que se usa aqui na Terra, normalmente [...] Os próprios mestres de sétimo raio, quando estiveram encarnados na Terra, eram magos e procuraram organizar leis. Procuraram, quando era o caso, ensinar essas leis ou aplicá-las em muitas situações mundiais. Mas para ser um ser que usa esses processos e que usa essas leis, ele tem que ter já um poder bem estabelecido sobre as suas próprias forças mentais. Uma mente descontrolada nunca pode ser um mago [...] Magia é coisa que a gente não aconselha ninguém a fazer. Se ela tem o sétimo raio ou se o sétimo raio a prepara, isto é diferente. Aí, nos planos internos e não aqui, ela tem um instrutor, um supervisor, ela tem a proteção da Hierarquia. Fala-se assim porque, em certas situações mundiais que existem hoje, é muito necessária a magia, mas a magia interna da Hierarquia que é sempre positiva. E nós para colaborarmos com isto precisamos ser muito bem preparados para não nos envolvermos com essa magia inferior que campeia, aqui na Terra [...] É preciso que a gente, a todo momento, nesse campo mágico da realização da mente cósmica em todos os planos e em todos os níveis, nós estejamos sempre buscando a melhor expressão. A nossa melhor expressão é a expressão do nosso espírito, é a expressão da nossa mônada.”    (Trigueirinho)











“O poder oculto não deve ser buscado,
 até que o autodomínio não esteja estabelecido”    
(Paul Brunton)








Nenhum comentário:

Postar um comentário